IFEN - Instituto de Psicologia Fenomenológico-Existencial do Rio de Janeiro - CRPJ 05/359
IFEN – Instituto de Psicologia Fenomenológico-Existencial do Rio de Janeiro

Formação Teórico-Prática em Psicoterapia Fenomenológico-Existencial

2016

Ementário





Objetivo Geral: o Curso de Formação em Psicologia Clínica na Perspectiva Fenomenológico-Existencial do Instituto de Psicologia Fenomenológico-Existencial do Rio de Janeiro oferece formação teórico-prática em Psicologia clínica com o objetivo de aperfeiçoar estudantes de psicologia e psicólogos para a atuação clínica em psicologia em uma perspectiva Fenomenológico-Existencial.

Objetivos Específicos:

  1. Ensinar as especificidades do método fenomenológico-hermenêutico e das temáticas filosóficas existenciais discutidas pelos diferentes pensadores de referência.

  2. Identificar a perspectiva existencial em psicologia, diferenciando-a das demais.

  3. Promover, por meio do exercício da clínica psicológica, a prática da atitude fenomenológica frente às diferentes situações de sofrimento da existência humana.

  4. Conquistar a familiaridade com a atitude clínica existencial, de modo a promover a afinação da escuta ao discurso do outro.





Disciplinas e atividades práticas





O saber-fazer na clínica psicológica (20h)

Diálogos da Psicologia com a filosofia e com a literatura. Afastamento do lugar daquele que se coloca como quem tem a verdade: prescrição, diagnóstico, prognóstico. O acompanhar da experiência como modo de afinação. Medida e desmedida. Clínica psicológica como sustentação do espaço de conquista da medida. Atitudes do analista: compreensiva, irônica, questionadora, provocativa. Analista como aquele que se posiciona frente ao outro no estranhamento.

Daseinsanalise em Binswanger, em Boss e na atualidade. (20h)

Apropriação do método fenomenológico e hermenêutico na clínica. Reflexões sobre: método, verdade, sujeito, metafísica, cuidado, lida com as coisas, acontecimento apropriativo, antropologia. Medard Boss: daseinsanálise, psicossomática e interpretação dos sonhos. Binswanger: daseinsanálise. Dasein. Cuidado: próprio e impróprio. Projeto. Situações clínicas descritas por Boss e por Binswanger. A clínica daseinsanalítica na atualidade em Novaes, Feijoo e outros estudiosos do tema.

Ciência Existencial e a Clínica Psicológica (20h)

Kierkegaard e o modelo da clínica existencial: adição, ironia, comunicação indireta, relação de ajuda. Modos de aconselhamento. Repetição. Retomada do sensível. Movimento existencial: estético, ético, salto. Personificações: angústia e desespero. Antropologia.

Psicanálise Existencial: da Filosofia à Psicologia (20h)

Por uma antropologia sartriana. Negatividade como máxima: a existência precede a essência. Liberdade. Psicanálise existencial, má-fé, método progressivo e regressivo. Psicanálise existencial na atualidade. Literatura.

Estágio Supervisionado (274h)

Atendimentos Clínicos supervisionados. Atitudes do terapeuta. Hermenêutica das situações clínicas.

Seminários teóricos (9h)

Análise apurada sobre a apropriação da filosofia da existência pela psicologia existencial, por meio ao debate entre psicólogos e filósofos, de modo a buscar as possibilidades de estabelecer uma analogia e não transposições forçadas entre essas duas disciplinas

Seminários metodológicos (9h)

Apresentação dos projetos de monografia, elaborados por alunos do IFEN em fase de preparo para a defesa, para que as produções acadêmicas ganhem consistência teórica e metodológica. O projeto como um todo terá o conteúdo comentado por um estudioso do tema e os aspectos relativos ao método serão avaliados por um professor estudioso da fenomenologia e hermenêutica.