IFEN - Instituto de Psicologia Fenomenológico-Existencial do Rio de Janeiro - CRPJ 05/359
FORMAÇÃO EM PSICOTERAPIA INFANTIL NA PERSPECTIVA FENOMENOLÓGICO-EXISTENCIAL


Coordenação geral: Ana Maria Lopez Calvo de Feijoo


Apresentação do curso

O Curso de Formação em Psicoterapia Infantil na Perspectiva Fenomenológico-Existencial surgiu da necessidade de se aproximar das especificidades inerentes à clínica psicológica com crianças na perspectiva fenomenológico-existencial. Com esse objetivo é que organizamos um conjunto de ensinamentos de modo a permitir que os participantes de nossa formação possam se apropriar desse modo de clinicar.

Não pretendemos ensinar modelos, mas sustentar uma clínica psicológica que acontece no âmbito de uma experiência peculiar. E, ainda mais, que é essa experiência que dá o tom, o sabor, o saber da clínica. Portanto, o nosso ensinamento sobre a clínica psicológica com crianças se encontra em uma ordem daquilo que não se dá por uma mera repetição ou pela tutela do outro, mas como criação que resguarda o incontornável, o imprevisível e o inevitável da própria existência, de forma a que a própria relação clínica possa sustentar a transformação como possibilidade na existência e não como necessidade.

 Para tanto, pensamos a nossa programação de modo a:

1- Exercitar um modo de pensar questionador das verdades universais e atemporais, podendo assim abrir caminho para encontrar aquilo que de singular aparece como força capaz de atuar na transformação da realidade daquele busca o atendimento clínico, acompanhando as tonalidades e afetos naquilo que a criança tem a dizer.

2- Alcançar, pela escuta, a experiência, deixando-se guiar pelo outro e afinando-se a ele com a pretensão de sustentar a possibilidade de transformações, ou seja, de deixar aparecerem afetos transformadores da realidade, desviando-se de uma atitude tutelar.

 

Objetivo Geral

Preparar profissionais e estudantes de psicologia para o exercício da clínica psicológica com crianças que se ampara em uma perspectiva fenomenológico-existencial.

 

Objetivos específicos

  • Familiarizar o aluno com um modo de pensar que suspende as verdades vigentes e conquista um caminho de pensamento que se constitui em um exercício constante na clínica psicológica por meio de uma visão crítica da psicologia e recorrendo ao pensamento de filósofos existenciais e desviando de uma atitude tutelar.
  • Promover a apropriação do saber-fazer fenomenológico-existencial na clínica com crianças por meio da explicitação de seus elementos fundamentais.
  • Apresentar ao aluno os recursos expressivos numa interpretação fenomenológico-existencial.
  • Inserir o aluno na temática do suicídio na infância e adolescência.
  • Exercitar, por meio do recurso à literatura, um modo diferenciado de escuta que aproxime os alunos da experiência clínica psicológica com crianças.
  • Promover o exercício clínico fenomenológico-existencial por meio de supervisões e discussões de situações clínicas infantis.


Carga horária total do curso: 254h


curso02 psicologiainfantil disciplinas2

Horário

               

         

Informações 

 

Nome da Disciplina

 

Programação

 

Professor

NÚCLEO COMUM

 

Das 7:30

Às

9:10

 

 

 

PSICOLOGIA CLÍNICA E

FILOSOFIA

 

Objetivo: Mostrar como o pensamento de Husserl, Kierkegaard, Heidegger e Sartre repercute na clínica psicológica existencial, na psicopatologia e na investigação em psicologia.

Ementa: Verdade. Consciência, intencionalidade. Redução e Suspensão. Adição. Universal e singular. Motivo e causa. Liberdade. Angústia. Desespero. Má-fé.  Vontade. Cuidado. Resgate do sensível.

Bibliografia básica: Psicopatologia: Fenomenologia, Literatura e Hermenêutica; Interpretações fenomenológico-existenciais para o sofrimento psíquico na atualidade; A existência para além do sujeito; A clínica psicológica e o pensamento de Kierkegaard; Angústia e repetição; Da genialidade sensível ao amor à norma; O si mesmo e as personificações da existência finita.

 

 

 

 

Ana  Maria Feijoo

 

Das  9:10

Às

10:50

 

 

PSICOLOGIA CLÍNICA E LITERATURA

 

Objetivo: Apresentar, por meio da literatura, o modo como aparece na experiência os temas da filosofia e como isso repercute na clínica psicológica.

Ementa: Contos. Romances. Crônicas. Suspensão; adição; redução do empírico ao fenomenológico; universal e singular; motivo e causa; angústia; desespero; vontade; cuidado; preocupação substitutiva; antecipação.

Bibliografia básica:

 

 

Lúcia Scarlati

 

Das  10:50

Às

12:30

 

BASES DA CLÍNICA FENOMENOLÓGICO-EXISTENCIAL

 

Objetivo: Mostrar como os temas da filosofia existencial e fenomenológica sustentam a possibilidade de uma clínica psicológica que se afasta das determinações causais e moralizantes das psicoterapias modernas.

Ementa: Os mandamentos do psicoterapeuta existencial. O cuidado. As falas e escutas analista/analisando. Os diferentes momentos da clínica. Salto e transformação. Repercussões nas diferentes modalidades clínicas: adulto, infantil, suicídio, casal.

Bibliografia básica: A escuta e a fala em psicoterapia; A existência para além do sujeito; A clínica psicológica e o pensamento de Kierkegaard; Existência & psicoterapia.

 

 

 

Myriam Protasio

 

Das  12:30 às 13:20

 

Almoço 

 

NÚCLEO ESPECÍFICO

 

Das  13:20

Às

15:00

 

A UTILIZAÇÃO DE TESTES  NA PSICOTERAPIA INFANTIL 

Objetivo: Mostrar quando se faz necessário a utilização dos  testes expressivos e neuropsicológicos na psicoterapia infantil em um modo de interpretação fenomenológica.

Ementa: fundamentos, aplicação e correção dos testes. A elaboração de um relatório descritivo

Bibliografia básica:

 

 

Elaine Feijoo

Das  15:00

Às

17:30

 

ESTÁGIO SUPERVISIONADO

 

Leitura prévia de situações clínicas infantis publicadas como motivação para discussão das situações clínicas infantis trazidas pelos alunos. 

Bibliografia básica: Situações Clínicas I e II; Existência para além do sujeito.

 

 

Carolina Dhein/

Myriam Protasio